fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
fuga mobilya
Versatilidade dos Toldos
Banner
Versatilidade dos Toldos PDF  | Imprimir |  E-mail
Dicas e novidades

A lona pode ser usada com várias finalidades, desde decoração até a proteção das variações climáticas

 

Verão! Época do ano em que há maior incidência de sol, de chuva e de calor. Como bloquear os efeitos dessa estação sem perder o charme e a beleza da casa, do restaurante, do comércio, do terraço ou mesmo das festas? Os toldos são instrumentos decorativos que podem ser objetos de proteção e de adorno.

Para proteger das variações climáticas, ou somente como detalhe estético, o toldo pode ser usado não apenas na casa de praia, mas também em ambientes urbanos. Este objeto apresenta várias finalidades como dar privacidade a um ambiente ou aumentar a área de lazer das residências, por exemplo.

Confeccionados, em sua maioria, com lona vinílica, a vida útil de um toldo, segundo o proprietário de uma loja em Juiz de Fora, Braz José Liguori, é de cinco anos. "Esse tempo varia de acordo com o uso e a manutenção e de acordo com a qualidade do material da lona", afirma.

Tipos de toldo
Foto de toldo Foto de toldo Foto de toldo

Os modelos de toldos mais encontrados no mercado são os enroláveis, os de braços articulados, os tipo capota romana, os retráteis que fecham de forma sanfonada, os embutidos que também possuem braços articulados, mas ficam guardados em um box quando recolhidos, os fixos que não fecham e têm estrutura de alumínio aparente.

"Não existem regras na hora de escolher o toldo, mas o ideal é verificar a necessidade do local e o desejo do cliente", comenta Braz. Mas existem algumas dicas, confira:

  • Em locais com muito vento, as melhores opções para proteger janelas e portas do sol e da chuva são os toldos móveis retos ou os fixos, pois eles são presos em diversos lugares da parede e, por isso, oferecem mais segurança.
  • Quando o intuito é criar novos ambientes e ao mesmo tempo proteger contra o sol, mas não da chuva e do vento, pode-se optar pelos toldos de braços articulados, que são fixados em apenas três pontos.
Foto de toldo Foto de toldo Foto de toldo
Cuidados

É preciso verificar a incidência do sol antes de decidir o tamanho do avanço do toldo para a função do toldo não seja prejudicada pelo uso de material em excesso ou mesmo para que não fique curto demais.

"É necessário ter cuidado com a instalação de toldos em locais onde há muita circulação de pessoas como no comércio ou mesmo em restaurantes. Isso porque ele pode atrapalhar o fluxo ou mesmo pode jogar água em dias de chuva nas pessoas que estejam circulando", orienta Braz.

Além disso, Braz fala que para garantir maior vida útil do toldo, é preciso realizar uma limpeza periódica da lona. "A limpeza do toldo pode ser feita uma vez por mês ou dependendo do caso e da disponibilidade, uma vez por semestre, com água e sabão ou detergente neutro. Não é bom usar escovas com cerdas duras e sim as que têm cerdas macias ou mesmo lançar mão de esponjas", comenta.

Como escolher se o acionamento do toldo deve ser manual ou automático? Segundo Braz, o ideal é verificar o tamanho da lona e o local onde o toldo vai ser instalado. "Aconselhamos o uso da motorizacão quando o comprimento do toldo ultrapassar seis metros por três metros de avanço. Não é interessante motorizar os toldos pequenos, pois o custo pode superar o preço do toldo", afirma.

O acionamento automático é muito utilizado em locais onde há necessidade de avançar e retrair o toldo várias vezes, por isso, essa função é uma forma de facilitar o trabalho e oferecer maior comodidade. Esse tipo de toldo é muito comum em restaurantes que têm marquise, mas utilizam o toldo para proteger seus clientes da chuva e do vento.

Foto de toldo Foto de toldo Foto de toldo

O preço do objeto de decoração e proteção - o toldo - varia entre R$ 50** e R$ 60** por metro quadrado da lona. "O valor depende também do tipo de toldo que a pessoa vai querer, se precisar de armação maior, se for automático, por exemplo, fica mais caro porque há um gasto maior com material como ferragem, por exemplo", conta Braz.


*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

*Os preços foram fornecidos em fevereiro de 2008 em uma loja de Juiz de Fora

 

Buscar no Blog